quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Enquanto houver sol, enquanto houver Sol

Ela tinha olhos de sol
Sabe? Olhinhos brilhantes
Apelidei a menina de girassol
Na realidade, não sabia o seu nome
Desenhavámos juntos a tarde
E quando o sol ia deixando o seu rastro no céu,
ela sumia.
Não sabia bem pra onde ia
Provavelmente pra casa,
bem, não tinha tanta certeza assim.
Girassol não falava muito
Mas, seus olhos sorriam para mim
Ela era pequena, ruiva e tinha sardas no rosto todo
De tão pequenininha, resolvi chamá-la só de Sol
Afinal, Girassol era um apelido tão grande!
A gente brincou por muitos verões
Ninguém sabia da Sol
Eu não queria dividi-la com ninguém
Mas, nem era só por isso
Acho que ela gostava de passar despercebida
Sempre que a gente caminhava,
As pessoas iam ficando felizes
Eu sempre achei que era coincidência
Mas, era a Sol que deixava as pessoas assim
E ela ia quietinha, só sorrindo com os olhos
Iluminando as casas e as vidas mais escuras
Sol era assim, a minha melhor amiga.
E em um dia de chuva,
ela não veio brincar comigo
Eu peguei meu guarda-chuva e fui esperá-la no jardim
Sol não apareceu, nem ela, nem os sorrisos das pessoas,
nem o meu.
E no dia seguinte, ela não veio de novo
Acho que a Sol resolveu tirar umas férias de mim
Eu esperei por muito tempo, comecei a mudar
Comecei a crescer
E ela não veio mais.
Eu só sabia que ela estava por aí,
pois os dias estavam mais iluminados do que nunca!
Tudo brilhante e sorridente.

Espero a Sol até hoje,
Nem acredito mais que ela possa ter desistido de mim
Só acho que foi brincar um pouco com outra criança
Mas, agora eu sei fazer o mundo brilhar, como ela faz
E acho que por isso não vou mais vê-la,
Pelo menos, não agora
Mas, sei que enquanto houver sol,
E enquanto houver a Sol,

Ainda haverá

4 comentários:

  1. Cecilia! esse post ta lindo, muito emocionante mesmo! Você escreve muito bem, seu blog agora passou a ser os que eu frequentemente sinto a necessidade de visitar! parabens linda! bj te amo

    ResponderExcluir
  2. Cê! Você escreve nmuiiito bem ! Eu amei ! Lindo !
    Parabéns!
    Nem sei porque me surpreendo , você sempre demonstrou ser capaz de fazer esse tipo de coisa.
    Eu estou com saudade sua, um beijao
    Te amo muito.
    Th.

    ResponderExcluir
  3. Adorei esse texto, parabéns pela inspiração e pela qualidade :DD
    Ah sim, e a flor do pequeno príncipe é tão linda quanto o texto...

    ResponderExcluir
  4. Cecília, me emocionei com esse post. Sério, chorei e tudo! Lindo, lindo!!!

    ResponderExcluir