quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Cinco (intensos) Dias

Essa foi uma semana de tantas e tantas emoções, que já estavam sendo esperadas e programadas há tanto tempo. Segunda-feira, primeiro dia das minhas últimas olímpiadas na escola Sarapiquá, tudo meio frio ainda, cada um descobrindo seus próprios limites.
Nos outros dias, as vezes a raiva subia à cabeça, as vezes uma vontade de chorar gerava algumas lágrimas contidas nos olhos, ou se ouviam apenas gritos, risadas e comemorações.
É uma semana muito intensa, muito disputada e muito aproveitada por todos. Acabamos fazendo novas amizades, as vezes com alguns que nem imaginávamos que teríamos algo em comum. Conhecemos os que estão vivenciando esses 5 dias pela primeira vez, e nos apegamos à alguns que nos parecem tão pequenininhos.
Os mais novos, começam ainda meio tímidos, os mais velhos, tem aquela sede de ficar com o primeiro lugar na sua última olimpíada.

Com certeza tiveram momentos em que deixei as emoções controlarem a razão e agi sem pensar, mas não esqueço os momentos de longos abraços, ou inclusive algo que não me faz esquecer que eu tenho um time inteiro junto comigo, a minha voz, ou melhor, a falta dela.
Disparadamente, essa foi uma das melhores olimpíadas de que eu já participei. Foi sim, a mais trabalhosa e a que mais me deixou cheia de coisas para fazer, mas foi a que eu mais aproveitei e mais participei intensamente de todos os momentos.
Gostaria de agradecer à todos aqueles que tornaram essa semana tão especial, e que não vão sair das minhas lembranças nostálgicas do último dos 12 anos de Sarapiquá: à minha equipe Che, todinha. Aos meus melhores amigos, ao nono ano, aos pequenos que eu conheci melhor essa semana, à Laura, ao João Manoel, aos professores, aos árbitros e à todos os outros que não me vem à cabeça agora.

O objetivo não é fazer um texto clichê e eu sei que essa última parte ficou um pouquinho, mas, eu precisava lembrar de todos eles. Bom, que venha o ano que vem e que venham as olipíadas do ensino médio. Aonde o jogo vai virar, não vou mais ser a mais velha, vou estar na posição de quem terá que aprender muito ainda. Então, espero, e de braços abertos.
Mas, antes de tudo, desejo bons jogos à todas as equipes amanhã, porque afinal, ainda não acabou.

2 comentários: