sexta-feira, 7 de maio de 2010

Quero que venha

Eu fiz este poema, para a feira de leitura que vai ter na minha escola, nos dias 13 e 14 de maio. Como o tema da feira é o continente africano, resolvi homenagear a África do Sul. É um poema principalmente sobre o Apartheid. Espero que gostem :)

Quero que venha

Nosso povo, minha alma, tua vida
O sangue que escorre
Pela terra, terra que é nossa
No amor e na vingança digo eu:
- Pura injustiça.
Por que fazer de um povo seu próprio inimigo?
Não digo inimigo de luta
É inimigo da dor.
Tua alma,
antes alegre
Agora chora um rio de liberdade
Quero ver a vida vindo,
vinda
Quero que venha.
Desejo ver a alegria no teu rosto
África
Deste sul tão distante.
Nós
Palavra agora desconhecida
Um dia sairá da nossa boca
E que venha ela,
rodeada de liberdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário