segunda-feira, 15 de março de 2010

Criancices


Ontem, em um típico e nada anormal almoço de família, meu primo, chega pra mim e diz:

-Nossa, como você tá grande. Parece uma adulta!

AAAH, meu primo que me vê todo santo dia dizendo isso, realmente, é nessas fatídicas horas que cai a ficha e você percebe que não dá mais pra se incluir no grupo dos menores.

É meio ruim, por um lado, parar de ser criança. Não sei, são tantas coisas, tantas férias e aulas, e brincadeiras... mas, são rápidas. E não temos mais desculpa, pra fazer coisas absurdas, engraçadas e idiotas, não somos crianças mais. Agora, se rimos alto no shopping, são os adolescentes que não sabem se comportar em público.

SIM, a gente sabe se comportar. É que talvez essa grande transição entre infância, adolescência e adultisse, nos faz ter vontade de continuar "brincando", enquanto ainda não somos oficialmente grandes. É bom brincar um pouquinho e dar uma gritadinha de vez em quando, até porque receber um olhar feio as vezes, não tem problema. Quem sabe, sejam esses, que tenham mais vontade de deixar suas "criancices" aflorarem de vez em quando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário