quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Dance, dance, dance...

Em vários momentos da vida a gente dança. As vezes é pra extravasar mesmo, ou pra se sentir mais leve, sei lá. Mas convenhamos que todo mundo já deu uma mexidinha no quadril quando ouviu aquela música bem animada e empolgante. Acho que isso acontece com todos.
Já devem ter dançado quando tiraram aquela nota perfeita no boletim, ou inclusive, naquelas notas abaixo de zero. Pois é, brasileiro se mexe mesmo, nada a ver essa história de ficar parado.
Você nunca percebeu que inconscientemente estava mexendo o pé no ritmo da música?
Esses dias eu estava sozinha em casa e passou no multishow um pedacinho do show da Lily Allen, adivinha (?), comecei a dançar!
Gente, foi muito bom, eu estava lá sozinha, na monotonia. De repente comecei a cantar junto com ela, aí baixou o santo e eu comecei a pular e dançar. É, foi bom até a hora em que eu virei o pé e tive que ouvir o resto do show sentada no sofá. Mas, mesmo assim, me senti muito bem. Então se você estiver sozinho, sem nada pra fazer, bote a música que você ama bem alto e, DANCE.

3 comentários:

  1. Oi xará!

    Tudo bem?
    Essa mundo do blog é pequeno, né?
    Eu tambem tenho, depois vc olha. Apesar de escrever pouco, mostro muito do que sinto fazendo arte.
    Beijo nos seus pais.

    Cecilia e Dindo

    ResponderExcluir
  2. haha, adoro dançar em outras estranhas...

    ResponderExcluir
  3. realm,ente , amo dan çar! mas é bom nos momentos mais inesperados, que da aquela loucura, isso que é bom ! assim que é bom mde sentir a dança! Beijos , já to com saudade sua menininha

    ResponderExcluir